Categoria: Possante

TOYOTA RAV 4

Design dinâmico com curvas agressivas que transmitem força e modernidade e seguem a nova tendência de design global da Toyota. As rodas de liga leve aro 17” com desenho único e o teto solar agregam esportividade, o que torna a RAV4 um SUV que se adapta a qualquer estilo. Ande sempre com alto desempenho, tecnologia e conforto lado a lado dirigindo um veículo SUV Crossover versátil como você. O conjunto de força e potência do motor com a precisão e a suavidade do conjunto câmbio e diferencial proporcionam a melhor experiência para o motorista em todos os momentos.   O Sistema Multimídia Toyota Play com tela de 7” sensível ao toque que, além das opções de áudio, traz GPS5, DVD6, câmera de ré e acesso à internet (Wi-Fi7). Outras funções podem ser acionadas no volante, como o controle de velocidade de cruzeiro e o computador de bordo.   O motor 2.0 L oferece torque e potência4 para um ótimo desempenho na cidade ou nas estradas com irregularidades. A transmissão automática CVT com modo sequencial de 7 velocidades completa o conjunto, guiado pela leveza e precisão da direção eletroassistida.   A RAV4 é o SUV ideal para a família moderna, que precisa de muita versatilidade e, acima de tudo, muito conforto e espaço interno. A conveniência do Smart Entry abre portas para um amplo espaço interno. Completando a experiência, o nível de ruído reduzido e o ar-condicionado dual zone oferecem o clima ideal.    
Leia Mais

Fiat Argo – Possante de Terça

Buscando seu espaço na briga pela liderança de mercado, a Fiat vem em processo de renovação, e lança no Brasil o inédito Argo, um hatchback compacto, que vem com a missão de brigar com o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20 pela liderança de mercado. Com preços entre R$46.800,00 e R$70.600,00, o modelo chega para aposentar, o Punto, o Bravo e as versões mais caras do Palio. Seus principais pontos positivos em relação aos concorrentes são: o visual “moderninho” e com dimensões maiores tanto no comprimento, quanto na largura e também na altura; materiais de acabamento e texturas mais refinadas; possui opções para diferentes bolsos e gostos; todas as opções de motores têm bom torque e baixo consumo.  Com muito conforto e tecnologia, consolidando o momento na marca no Brasil, este é o Argo, o mais completo Hatch Premium do mercado.
Leia Mais

Omega – Possante de Terça

Com o desafio de substituir o Opala, referência nacional até então, o Omega foi lançado no Brasil em 1992, com uma vasta linha de equipamento, foi o primeiro nacional a oferecer CD player como opção, faróis ajustáveis, vidros elétricos, destravamento automático em emergência, teto solar elétrico, computador de bordo, cortina para-sol, porta- luvas climatizado, retrovisor com aquecimento e ABS também foram oferecidos nesse modelo. Além do motor 3.0. também eram importados o câmbio manual de cinco marchas e o automático, com tração traseira e suspensão independente, ele diferia da arquitetura padrão. Esses carros, de uma maneira geral resistentes e com uma ótima dinâmica, cativaram e conquistaram os consumidores brasileiros. E olha que o modelo chegou ao mercado brasileiro em um período em que as importações já estavam liberadas e o consumidor mais exigente tinha a opção de olhar para a vitrine do mundo dos automóveis e escolher aquilo que cativasse o seu gosto. Mesmo assim o sedã da Chevrolet foi preferência de muito desses exigentes consumidores de 1992 até 1998. Até hoje o Omega desperta o suspiro de muitos fãs quando aparece algum em bom ou ótimo estado de conservação. Continua espaçoso e com um desempenho que não faz feio mesmo frente aos modernos sedãs de seu porte.
Leia Mais

Jeep Renegade

Seja com o Motor Multijet 2.0L Turbo Diesel ou o Motor 1.8L EVO Flex, a sua aventura está garantida com tecnologia de última geração. O Jeep Renegade 2018 tem como opção o Motor 1.8 EVO Flex que traz vários sistemas que trabalham para melhor eficiência energética. Entre eles: Sistema Stop&Start, que tem como função desligar o motor quando o carro está paradoe o religar automaticamente depois; o sistema GSI, indicador que informa ao condutor o melhor momento para troca de marcha; e também o ITPMs, sistema capaz de detectar se há um ou mais pneus com pressão baixa. O Motor Multijet 2.0L Turbodiesel render 170 cv de potência, torque de 35,7 KGMF e excelente autonomia com tanque de combustível para até 60 litros. Tudo para garantir mais tecnologia, economia e conforto para o condutor. A sua história pode ser bem distante, mas você não precisa se desconectar do seu mundo. O Jeep Renegade conta com o exclusivo sistema Uconnect, com navegação GPS, bluetooth, comando de voz, entradas USB e muito mais. Tudo isso em uma tela touchscreen de 5 polegadas. O conforto também pega carona, com ar condicionado Dual Zone, painel personalizado e câmera de ré para você estacionar com segurança.
Leia Mais

Ford Escort um clássico, acelerado por Paul Walker

Uma das versões com melhor reputação na Europa, que infelizmente não chegou ao Brasil.O modelo Ford Escort RS 2000  figurou no mercado inicialmente entre 1976 e 1978, com apelo bem esportivo, contava com:  Bordas de 7 “de ½; Pneus 225/60 de aro 13; Complementos aerodinâmicos; A potência subiu para 146 Cv; Refrigerador a óleo e Discos ventilados nos freios. A versão  Ford Escort RS 2000 mostrou-se bem acertada, com visual limpo, elegante e muito bem proporcionado, um sucesso de vendas quase imediato para os que procuravam por um carro de baixo peso e tração traseira. Além disso, ainda se descobriu sua vocação para ralis. Esse clássico agradou tanto, que uma de suas versões do Ford Escort  2.0 de 1978 foi acelerada por Paul Walker, em seu personagem mais famoso Brian O’Conner, da famosa franquia de filmes: Velozes e Furiosos.
Leia Mais

Novo Polo

O Polo brasileiro, conta com um para-choque com uma faixa preta e um desenho mais agressivo e esportivo. Na lateral as diferenças ficam por conta da suspensão 2 cm mais alta e rodas de liga leve de 15, 16 e 17 polegadas com desenhos específicos. Já a traseira traz vincos mais pronunciados e um para-choque que reforça a esportividade. O espaço interno é surpreendente para um modelo compacto, mas é explicável pela adoção da plataforma MQB – que se caracteriza por elevada rigidez torcional e bom aproveitamento de espaço interno. Evidentemente, o Polo se beneficia de dimensões mais avantajadas. Nesta sexta geração o Polo cresceu em todas as dimensões, chegando a 4,05 metros de comprimento – o que lhe rendeu a classificação de médio pelo INMETRO. As versões Comfortline e Highline do Novo Polo estão disponíveis exclusivamente com o motor 200 TSI, que é combinado à transmissão automática de 6 marchas. Com três cilindros e 999 cm³ de cilindrada, o motor 200 TSI é da família EA211 – que também se caracteriza pela modularidade. Total Flex, esse motor é capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. A potência máxima é de 128 cv (94 kW) com etanol e 115 cv (85 kW) com gasolina a 5.500 rpm, com torque máximo de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm. Equipado com esse motor, o Novo Polo acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e atinge velocidade máxima de 192 km/h (dados com etanol).  
Leia Mais

Ford Maverick e sua legião de fãs

Segundo a fabricante Ford, naquela época havia um espaço a ser preenchido entre o Corcel e o Galaxie, faltava também um carro da marca para conter a participação do Chevrolet Opala no mercado. Assim surgiu o Ford Maverick. Inicialmente foi produzido o modelo cupê, duas portas, com versões Super (Standard) e Super Lu­­xo, SL, ambos com mo­­tores 3.0 de seis cilindros, com 112 cv de potência. Também havia a opção sedã com quatro portas. O modelo mais esperado, no entanto, foi a versão GT. Top de linha, tinha motor V8, raro no Brasil na época, de 5.0 litros e 195 cv, acoplado a um câmbio manual. Alcançava 180 km/h de velocidade e logo foi para as pistas mostrar o poder de um V8. No final de 1976, já como modelo 77, foi apresentada a denominada Fase 2 do Ford Maverick, quando foi introduzida a versão LDO e o modelo GT passou a ser oferecido com o econômico motor 2.3 OHC, enquanto o 302-V8 se tornou opcional. No entanto, vários fatores contribuíram para encurtar sua história nas ruas. O carro era caro demais para o mercado nacional e suas vendas não alcançaram o esperado pela Ford. Também bebia muita gasolina, cerca de 6,3 km/l. Além disso, a crise do petróleo, que surgiu na época, influenciou seu destino. O Ford Maverick brasileiro teve sua produção encerrada em 1979, com um total de 108.106 unidades produzidas. Mas, deixou uma legião de fãs que o considera uma lenda entre os carros nacionais antigos e hoje tem muito valor nas mãos de colecionadores.
Leia Mais

Chevrolet Onix

Com a tecnologia OnStar você tem muita segurança, em caso de qualquer incidente com o veículo terá uma equipe auxiliando a polícia na recuperação. Essa tecnologia está disponível em aplicativo que pode ser utilizado em qualquer Smartphone com sistema Android ou IOS. Através do aplicativo você pode travar/destravar o veículo mesmo a longa distância. Poderá ativar as luzes e a buzina para ajudar na localização (em caso de esquecimento do local estacionado). Tem acesso ao serviço de ajuda “concierge” que indica bons hotéis, restaurantes e tem acesso a informações. Para seu carro ficar em dia o OnStar ainda faz um check up dos principais sistemas do veículo, verificando se possui condições irregulares. A tecnologia MyLink também está disponível para Smartphone com sistema Android e IOS oferecendo conectividade multimídia e entretenimento. Possui uma tela de 7 polegadas, botões de acesso rápido, conexão Bluetooth, rádio FM/AM, entrada USB e auxiliar. O Waze é integrado com mapas diretamente na tela entre outras possibilidades. Acesse e conheça o veículo que conquista cada vez mais o gosto dos brasileiros: http://www.chevrolet.com.br/carros/onix.html#onstar
Leia Mais

Kombi elétrica e autônoma

 A nova versão da Kombi está pra chegar, e veja aqui alguns detalhes já revelados: – Movido a eletricidade; – Terá condução autônoma, ou seja, dirigirá sozinha; – No total, ela terá 2 motores elétricos, com 374 cavalos de potência, acelerando assim de 0 a 100 km/h em 5 segundos. E ai, o que achou?  
Leia Mais

CHEVETTE TUBARÃO – E sua hitória

Com mais de 1,5 milhão de exemplares, dos quais alguns ainda circulam com muita vida e elegância por aí, o CHEVETTE CHEVROLET foi um carro produzido pela GENERAL MOTORS  e que teve seu lançamento aqui no Brasil em 1973, como um sedan de duas portas, e mais tarde, com quatro portas, sendo esta uma tipo exportação. Poucos exemplares de quatro portas foram comercializados aqui no país, e tê-lo na garagem é motivo de orgulho para os donos e colecionadores.Algumas variações no modelo foram realizadas durante o período de sua fabricação e comercialização. Entretanto, uma das versões que mais se eternizaram foi sem sombra de dúvida, o modelo que ficou conhecido como TUBARÃO, devido a sua carroceria ser mais alongada e ter um frontal largo e robusto que se assemelha ao animal marinho. Era uma máquina mesmo! O motor do CHEVETTE TUBARÃO, modelo fabricado entre 1973 a 1977(último ano da série), possuía um motor 1.4 L, em algumas versões: SL, GP, GP II –  com potência que variava entre 50 cv a 72 cv, cujo torque respondia entre 7,3 kgfm até 9,8 kgfm e que atingia a velocidade de 150 km/ h. Com quatro marchas, ainda houve algumas edições especiais, que traziam variações nos faróis, nos painéis, na parte traseira e nas cores – o azul pastel talvez tenha sido a mais marcante de todas, embora o vermelho, o bege e o cinza, também fizessem o maior sucesso pelas ruas, sendo alguns com pintura esportiva. O CHEVETTE deixou de ser fabricado em 1993, quando a fábrica observou que poucas mudanças tanto no designer quanto nas estruturais poderiam ser feitas, sem que ocorressem profundas modificações no modelo original. Uma pena para os amantes do CHEVROLET CHEVETTE TUBARÃO.
Leia Mais