Componentes de qualidade garantem melhor desempenho do som automotivo

Componentes de qualidade garantem melhor desempenho do som automotivo.

Como todos nós sabemos nenhum componente de um sistema de som automotivo é capaz de reproduzir fielmente todas as faixas de frequências audíveis pelo ouvido humano, que no caso seriam dos 20 Hz aos 20.000 Hz. Para que haja essa fiel reprodução é necessário que sejam utilizados diversos componentes que, formando um conjunto, conseguem reproduzir cada faixa de maneira mais fiel possível e com a mais alta qualidade.

Para que seja alcançada essa fidelidade é necessário que toda a faixa de frequência audível pelo ouvido humano seja divida em diferentes partes. A divisão se da pela fabricação de componentes que devem reproduzir cada faixa frequência com a melhor qualidade possível, e para que cada componente realmente trabalhe na faixa para qual foi desenvolvido, uma tecnologia que evita queima prematura por esforço desnecessário é utilizada. Essa tecnologia de última geração, gerencia a frequência com altíssima eficiência e qualidade. Assim, seguindo padrões de desenvolvimento e exigência de sistemas de trios elétricos, os equipamentos de som automotivo se tornam os mais eficientes e melhores possíveis com um custo-benefício sem precedentes para o usuário final. 

Componentes que fazem a diferença

A Hinor sempre foi pioneira no mercado de transdutores e demais equipamentos para som automotivo. Esse pioneirismo fica mais evidente quando falamos de duas linhas profissionais, a linha SW e a linha MG.

 

Uma das maiores preocupações que geram dores de cabeça para quem tem som automotivo de alta potência é a durabilidade de seus componentes. E um dos principais vilões que comprometem a durabilidade desses produtos é o excesso de temperatura, ou seja, aquecimento excessivo desses componentes, que se dá por variados fatores. O aquecimento dos componentes pode acarretar em problemas como a queima da bobina, deslocamento da centragem, etc.

E nós podemos afirmar com convicção que resolvemos este problema através de uma tecnologia exclusiva para a linha SW, chamada de Flow By Pressure, que dissipa o calor gerado pela bobina através da pressão de ar exercida no centro do polo, fazendo com que o alto-falante, mesmo após algumas horas em potência máxima, continue com a temperatura controlada. Estando um passo a frente quando comparado com os alto-falantes concorrentes no mercado.

Outro item que merece destaque é o cuidado na escolha do fio da bobina. Através da utilização de fios CCAW CooperClad importados, temos ganhos significativos na resistência, aliado ao ganho de linearidade na resposta de frequência. Podendo ser submetido a picos do dobro da potência para qual o alto-falante fora fabricado e o mesmo continuar trabalhando de maneira normal, sem nenhum problema e garantindo a qualidade.

E por falar em qualidade, a maioria dos componentes mecânicos que fazem parte do alto-falante são produzidos pela própria Hinor, que conta com um rígido sistema de qualidade, sempre buscando obter o máximo de resistência e durabilidade de cada componente com testes de qualidade ultra rígidos, oferecendo produtos de extrema confiança para o consumidor. A exigência por produtos ímpares, fica claro como, por exemplo, na linha SW onde todos os cones dos alto-falantes são costurados com a borda, diferente do que é praticado no mercado para equipamentos de mesmo porte.

O visual da linha SW não deixa a desejar para quem gosta de potência aliada a uma boa aparência. Com um corpo robusto impondo toda sua força, os alto-falantes da linha contam também com um conjunto magnético niquelado, o que proporciona um visual fantástico, pois muitos usuários gostam de utilizar seus alto-falantes invertidos no sistema, e esse diferencial exclusivo do produto da aquele toque especial no conjunto como um todo. A parte de traz do cone também ganhou um detalhe especial, um acabamento diferenciado que proporcionou um visual agregado belíssimo, junto de uma maior resistência do cone.

Na linha MG a robustez da bobina impressiona, com diâmetro de 3”, corpo em FiberGlass e a utilização dos fios CCAW CooperClad. Este fio merece atenção especial pois é leve e tem uma espessura maior o que proporciona maior eficiência e resistência ao produto. Esta linha possui os alto-falantes de 8”, 10” e 12” que são excelentes componentes para paredões de som se adaptando a sistemas de qualquer porte.  Os novos modelos de 8” e 10” possuem carcaça de alumínio, se tornando altamente resistentes e podendo ser submetidos a qualquer tipo de aplicação.

 

E que tal falarmos sobre a tecnologia exclusiva de concentração de fluxo magnético através de anéis de alumínio que a linha MG possui? Os conjuntos magnéticos são compostos por arruela inferior, arruela superior, polo e ferrite.  Para o prolongamento desse fluxo magnético são acrescentados anéis de alumínio em dois pontos distintos, gerando uma contraposição entre eles e consequentemente prolongando esse fluxo dentro do conjunto, esse prolongamento é utilizado exclusivamente nesse projeto da MG. 

Conclusão

Sem dúvida, se você almeja adquirir um sistema de som potente que reproduza com eficiência e qualidade todas as faixas de frequências, você poderá contar com a ajuda dos produtos da Hinor. Deixamos claro e de forma transparente como é nossa filosofia em relação ao desenvolvimento de produtos, onde destacamos as principais inovações e diferenciais trazidos pelas linhas SW e MG na categoria de som profissional. Ambas trazendo grandes benefícios para quem busca um conjunto potente, fiel e que dure muito tempo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado